LinkedIn Pulse: O que é e Como Utilizar

Cada ferramenta que as mídias sociais oferecem para nós, deve ser aproveitada ao máximo, já que agrega uma nova experiência naquela plataforma.

Para as empresas, isto significa novas possibilidades de estratégia, alcance e engajamento.

Neste sentido, falamos bastante sobre o Facebook e Instagram,  e agora chegou a vez do LinkedIn.

E tratando especificamente desta rede social, não é tão comum ouvirmos falar de estratégias usando o LinkedIn Pulse.

Você consegue encontrar facilmente na internet à fora, todavia é difícil você ouvir este nome para então começar a pesquisar.

Provavelmente a maioria não conhece esta ferramenta, e devido a este motivo, e seus benefícios, que falaremos dele hoje. Esteja preparado para saber sobre:

  • Como funciona o LinkedIn e a ferramenta LinkedIn Pulse;
  • Sua relevância para a estratégia de Marketing Digital das empresas;
  • Dicas de conteúdo.

É um conteúdo simples e de fácil compreensão, não perca tempo e venha conhecer está possibilidade de nova estratégia para o seu LinkedIn!

Conhecendo a plataforma e suas possibilidades

Primeiro de tudo, vamos falar brevemente sobre a rede social em si para quem ainda não é familiarizado.

O LinkedIn é mais uma dentre as tantas mídias sociais que vemos atualmente, porém com uma proposta diferente:

Criar um ambiente no qual profissionais de diversas áreas possam compartilhar suas experiências, informações, conteúdo e quem sabe, até conseguir um emprego.

Então, ao contrario das demais, o LinkedIn tem um outro aspecto de interação, algo mais formal e voltado ao mundo corporativo.

Você encontra todo tipo de informação sobre o mercado de trabalho e Storytelling, ao invés de memes e fotos do churrasco de domingo em família.

Tendo isto em mente, o Linkedin Pulse existe para trazer mais valor para o perfil profissional de seus usuários.

Basicamente, você tem a possibilidade de escrever artigos extensos, no mesmo esquema de blog post, para falar sobre assuntos pertinentes que façam sentido para os usuários desta rede social.

Como funciona o LinkedIn Pulse

Qualquer usuário comum tem a possibilidade de criar um artigo.

Basta abrir o seu feed; logo em cima da página vai aparecer “Escreva um artigo no LinkedIn”, clique nesta opção.

Print do botão de "escreva um artigo"

Nesta nova aba, você encontra opções de modificar:

  • Título
  • Colocar o texto em negrito, itálico ou sublinhar
  • Criar lista
  • Colocar citação e links
  • Anexar imagem, foto ou vídeo
  • Escrever um texto

Editor de texto do LinkedIn Pulse

É um editor de texto bem simples mesmo, nada comparado com o Word ou Google Docs.

Caso não tenha tempo de terminar o artigo, ou precisa aguardar para revisão, existe a opção de salvar como rascunho.

Existem dois pontos importantes para serem destacados:

I. Esta rede social dá bastante importância para as publicações.

Se você começar a postar bastante coisa por lá, quando for acessar o seu perfil, suas publicações vão ganhar um espaço privilegiado, aparecendo antes mesmo da sua experiência profissional, formação acadêmica, certificados, etc.

O que faz aumentar sua visibilidade, além de passar uma boa impressão para quem acessar seu perfil.

Agora, no caso das empresas…

II. O uso do LinkedIn Pulse é exclusivamente dos usuários padrão. Ou seja, nenhum perfil empresarial consegue usufruir desta função.

Talvez pareça estranho incluir na estratégia, algo que a empresa não consegue fazer diretamente.

Mas é aí que você se engana! Há sim uma maneira de aproveitar disso e trazer benefícios consigo.

Incluindo o LinkedIn Pulse na estratégia

Embora a empresa não possa publicar artigos diretamente na sua página, não significa que esta opção seja inválida.

Como foi dito, somente usuários comuns podem utilizar este tipo de ferramenta.

Então, a solução que encontram para solucionar esta questão, é fazer com que alguns de seus próprios funcionários, postem.

Daí você pode estar se perguntando: “Tá, mas de qual maneira a empresa se beneficia desta ação?”

Fora utilizar o CTA para sugerir que o usuário vá para outra página; isto pode ser tanto o blog da empresa, ou até mesmo outros artigos do próprio funcionário.

É interessante, pois quando as pessoas entrarem no perfil desta pessoa, irão notar que ela trabalha na sua empresa.

Então sempre que alguém curtir, compartilhar ou comentar no artigo, as informações do perfil da empresa também estarão ganhando destaque. Agregando um maior valor na marca.

Uma pessoa digitando no computador, com um livro servindo de consulta do lado

E quanto mais artigos/publicações, a equipe do LinkedIn pode transformar este funcionário em um “influencer”. Quem tem este título, ganha maior destaque na visibilidade de suas postagens, comparado com um usuário comum.

Tudo isso depende da quantidade de conteúdo, sua qualidade e relevância.

Não adianta só pegar uma publicação que já existe no blog da empresa e colocar lá.

Primeiro que o Google vai derrubar seu SEO por estar duplicando texto, e segundo que cada rede social precisa ter seu conteúdo próprio.

Ninguém vai querer acessar seu LinkedIn, se tudo que for postado lá é o mesmo do Facebook e Instagram.

Saiba o que produzir no LinkedIn Pulse

Da mesma maneira que no Marketing de conteúdo, para escrever artigos você precisa ter maior preparo e cuidado na hora de produzir. Já que não é igual ao tipo comum de publicação das outras redes sociais.

Vamos dar algumas dicas para você conseguir extrair melhores resultados desta funcionalidade:

  • Título chamativo: O primeiro passo para atrair alguém para seu texto é saber como chamar sua atenção na primeira oportunidade. Não adianta criar algo muito complexo ou vago. Elabore um título que atice alguma sensação no usuário, seja de curiosidade ou urgência. Dando segmento, utilize uma imagem que corresponda ao seu título, dessa forma, ninguém vai resistir.
  • Conteúdo relevante para o público alvo: Não adianta fazer para abranger todo mundo. Você precisa focar no seu público alvo, quem tenha alguma relação com seu ramo de atuação. Lembrando que esta é uma rede social profissional, o tipo de tema precisa estar de acordo.
  • Rascunho: Como as opções de edição no LinkedIn Pulse são limitadas, é interessante que você crie um rascunho primeiramente nos outros editores de texto. Para aproveitar seu sistema de correção ortográfica ou organizar melhor o texto.
  • Revisão: Em um âmbito profissional, erros de português não são bem vistos. Por isso, trate de revisar bem o seu artigo antes de publicar! Erros assim podem acabar prejudicando sua relevância e até mesmo afastando de vez alguns usuários. Já que a imagem de “amadorismo” vai ficar impregnada.
  • CTA: Call to Action. Este é uma técnica utilizada para induzir o usuário a realizar alguma ação. Geralmente no Marketing de conteúdo, utilizamos no final do texto, pedindo para o usuário comentar e compartilhar a publicação. No caso do artigo no LinkedIn Pulse, é aconselhável que coloque links para o blog da empresa. Um não atrapalha o outro, os dois se complementam.
  • Calendário editorial: Sempre importante ter uma estrutura de conteúdo não só dos temas, mas também da quantidade de postagens e quando postar. Discutam qual é o melhor momento para lançar um novo artigo. A quantidade de vezes por semana, horário. Algo que auxilia neste aspecto é que no próprio artigo você consegue ver as estatísticas daquela publicação. Use-a com saberia!

 

Exemplo na prática

Vamos ilustrar um pouco o LinkedIn Pulse, pegando como exemplo a Flavia Gamonar: instrutora oficial do LinkedIn Learning e uma incrível produtora no Pulse.

Imagem do perfil de Flavia Gamonar

Como já falamos anteriormente, os artigos que são criados aparecem antes de qualquer outra informação relevante no perfil. Então, logo quando você entra no perfil da Flavia, vai encontrar o conteúdo que ela produz.

Os artigos do LinkedIn Pulse aparecem na parte de Artigos e você pode visualizar todos clicando em “Visualizar todos os artigos”.

Imagem dos artigos

Ao abrir qualquer artigo, uma outra página abre, mostrando somente o texto.

Caso continue lendo o texto, vai perceber que ele possui uma linguagem simples, mas que tem um objetivo claro.

Artigo

E na parte final, podemos observar quantas pessoas gostaram do artigo, além de visualizar uma aba de comentários.

E como qualquer outra rede social, não deixe de responder!

É importante mostrar que você leva em consideração que os usuários que leram seu conteúdo.

Comentários no artigo

Ajudando no conteúdo

Agora que você tem mais um novo caminho para investir, não esqueça de conferir nosso blog semanalmente, já que estamos regularmente criando conteúdo relevante para vocês, que não se deve deixar passar!

Caso esteja procurando por mais dicas para seu processo criativo, temos outro post sobre “como criar posts perfeitos nas redes sociais”. Falamos do LinkedIn por lá também, então não deixe de conferir.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *