Desenho vetorial de um carinha escrevendo em uma folha que está saindo de dentro de um notebook

Como Criar Posts Perfeitos Nas Redes Sociais

Saber utilizar bem as redes sociais é um aspecto fundamental para qualquer tipo de estratégia de Marketing Digital. Sem o devido cuidado, sua página morrerá cedo ou até mesmo pode queimar a imagem da sua marca — dependendo da situação.

Portanto, nada deve ser feito de qualquer jeito, nem a mais simples das imagens; tudo será “avaliado” pelo usuário

Afinal, se ele(a) achar mais relevante/interessante, certamente que vai continuar visitando o seu perfil mais vezes visando obter a mesma qualidade de post.

E tentando poupar um pouco do seu trabalho, o post de hoje é sobre algumas preciosas dicas, com diversas maneiras diferentes de criar posts perfeitos nas redes sociais.

Falaremos destas plataformas:

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • LinkedIn

Não perca tempo! você vai terminar de ler o texto e, imediatamente, tentar implementar alguma dica em sua estratégia de acordo com sua necessidade, tenho certeza!

Icone do Facebook

Facebook

A mais famosa e utilizada rede social pode não parecer mais um mistério para ninguém, porém produzir posts profissionais requer um outro nível de conhecimento.

Mesmo passando por certos problemas, o Facebook ainda é bem atrativo para moldar uma base de usuários que tenham interesse na sua marca.

Não há muito segredo sobre o tipo de conteúdo que você consegue postar: links de posts externos, fotos, vídeos, Stories, etc.

O que vai mudar é a forma que você encara este tipo de conteúdo e como produzí-lo:

1 – Quer mais atenção? Faça vídeos!

Observando análises recentes, foi constatado que os vídeos lideram o ranking de “interação por post” no Facebook.

Apesar deste dado, ainda existem empresas que não querem fazer vídeos.

O que é uma pena, já que isso geraria diversos benefícios, como:

  • Maior interação do usuário;
  • Interesse por mais conteúdo relacionado;
  • Compartilhamentos;
  • Novos seguidores;
  • Apreço pela marca;
  • Aumento de autoridade no assunto.

E hoje em dia, não há como dar desculpas sobre não saber o que criar ou falta de dinheiro para investir.

Qualquer câmera de smartphone atual consegue ter um tipo de filmagem bem decente.

Claro que precisa haver um pouco de conhecimento para filmar e editar, mas nada que uma pesquisa no Google ou Youtube não ajude.

Sim, vai exigir mais trabalho.

É complicado criar tanto conteúdo em vídeo para ser postado diariamente.

Assim sendo, estruture bem qual será a frequência de postagem dos vídeos e seu conteúdo. Porque vai valer a pena e muito!

2 – Interaja com seus fãs

Seguindo nessa linha de raciocínio de trazer mais interação para suas postagens, é crucial que você faça o mesmo com seus usuários!

Não importa se é vídeo, imagem ou evento, sempre que alguém deixar um comentário, responda!

Este tipo de atitude leva ao bom desenvolvimento da relação “cliente e empresa”, fora que atrai ainda mais atenção.

Sem contar que isso agrada bastante o algoritmo das redes sociais, mostrando que as pessoas estão interessadas no conteúdo que você está oferecendo.

3 – Tamanho importa sim!

Pensa no quão desagradável é a sensação de ver uma imagem toda distorcida, borrada, com baixa resolução.

Quando isso acontece, você faz apenas algo simples: ignora.

Postar uma imagem/foto no seu perfil de qualquer rede social, requer absolutamente nada. Basta selecionar o que deseja enviar. Todavia, uma empresa não deve postar algo “às cegas”.

O resultado é o que citei a cima, sua imagem vai ser ignorada completamente pelo usuário.

Sem falar que isso pode acarretar na falta de interesse completo pela sua página, caso esta falta de qualidade permaneça.

Além de ficar atento com sua página desktop, lembre-se que muita gente (talvez a maioria), acessa sua página pelo celular e… a resolução muda junto.

Sorte sua que temos um post atualizado para você não se preocupar tanto. Basta clicar aqui para ser redirecionado.

4 –  A curiosidade é o nêmesis de todo mundo

Postar algo que mexa com as emoções do seu público, é uma tática bem recorrente que dá muito certo!

Despertar o interesse do usuário emocionalmente sempre rende pontos a mais de visualização.

Principalmente, se usufruir de sentimentos básicos que todos nós temos, como por exemplo: a curiosidade.

Faça chamadas que criem este tipo de sensação; quem sabe postar um teaser curto, mostrando como vai ser seu próximo vídeo, uma imagem criativa que chame atenção, tudo isso atrai mais pessoas para sua página.

Existe diversas maneiras de atiçar a curiosidade de alguém, use-as com sabedoria!

5 – Estipule um horário

Em contraste com o número de acessos diários ao Facebook, a maior parte do seu público alvo, consome seu conteúdo em algum determinado horário do dia.

Ninguém fica 24 horas conectado sem parar.

E dependendo de quando você postar aquele seu conteúdo arrasador, existe a possibilidade de ficar perdido dentre tantos outros posts e o usuário que entrar horas depois acabar nem vendo.

Não existe uma regra de qual é o melhor horário, ainda bem que o próprio Facebook disponibiliza um gráfico mostrando qual é o horário que SUAS postagens são mais visualizadas.

Então, trate de testar. Caso ainda não esteja obtendo o resultado esperado, tente um horário mais cedo ou mais tarde.

Um celular no canto esquerdo da tela, mostrando o icone do Instagram

Instagram

Continuando do “lado Zuckerberg” das redes sociais, agora vamos falar do Instagram.

Mesmo fazendo parte do mesmo guarda-chuva, o Instagram também possui suas particularidades quando a questão é criar um post perfeito.

E como a plataforma anda incrementando seu leque de possibilidades, com novas ferramentas, é importante estar atento para o que pode se extrair melhor da plataforma.

1 – Carrossel de diversão

Contrapondo o Facebook, aqui temos poucas opções audiovisuais que possam ser trabalhadas.

O diferencial que vai lhe trazer uma porção maior de engajamento, é utilizando da opção de carrossel.

O que seria essa opção? No Instagram, quando você seleciona a opção de postar uma foto, existe a possibilidade de compartilhar mais do que apenas uma.

Pode ser algo complementar, uma imagem que continua uma linha de raciocínio, ou apenas uma espécie de álbum de fotos da mesma viagem.

Este tipo de carrossel de imagem consegue dar chance de o usuário curtir por um longo período de tempo sua publicação.

2 – Tamanho do texto

É importante saber que o Instagram é uma rede social de compartilhamento de imagem e vídeo.

Querer escrever descrições enorme é igual tentar tirar leite de pedra. Elas são relevantes, mas não exagere!

Conteúdo no Instagram é dinâmico, às vezes você acaba nem lendo a descrição da imagem (dependendo do que for).

Porém, é bom escrever algo relevante, simples e direto, algo que exemplifique a foto ou acrescente algo.

Tudo isso com o português correto e com Emojis, se possível.

Caso tenha interesse em ser uma empresa inclusiva, recomendamos que leia nosso post sobre o projeto #PraCegoVer.

Uma iniciativa que visa ajudar as pessoas com deficiência visual a usufruir de suas postagens, igual qualquer outro usuário.

3 – Hashtags é a alma do negócio

O aspecto crucial do Instagram!

Indiscutivelmente você precisa incluir hashtags em suas publicações. É a melhor maneira de conseguir atingir outras pessoas fora seus próprios seguidores.

Agora, existem alguns cuidados que é bom ficar atento.

Primeiro de tudo é não exagerar na quantidade. Hashtags são importantes, mas tudo em excesso faz mal, escolha as que tem relação direta com aquela sua imagem ou vídeo, e doze.

Outro detalhe interesse para se ter em mente, é determinar duas ou três Hashtags que sempre irão aparecer na sua descrição.

Algo que remeta a seu conteúdo no geral, ou sua empresa.

Por exemplo: sua empresa é do ramo gastronômico. Pressuponha-se que seu conteúdo gire em torno desse tema. Então possíveis hashtags que podem ser frequentes: #gastronomia, #comida, #cozinhar, #chefegastronomico, etc.

4 – Variando no Stories

O Stories caiu na graça do povo. Não é à toa que quase toda rede social agora possui esta funcionalidade!

Ou seja, é preciso dedicar um espaço para planejar estratégias para coletar o que a ferramenta proporciona.

Nesse sentido, invista seus esforços em:

  • Mostrar os bastidores do seu negócio, quem são as pessoas por traz da sua página;
  • Utilizar o Sticker de perguntas para gerar uma interação entre você e o usuário;
  • Esclarecer dúvidas;
  • Breves comentários sobre algum assunto pertinente;
  • Fazer Unboxing;
  • Dar dicas que seu público talvez tenha interesse;

Seja imagem ou vídeo, certifique-se de divulgar somente algo com uma boa definição!

Nada de conteúdo borrado, torto, pixelado, sujo, nem nada do tipo.

5 – Falando com seu público da maneira certa

Todo tipo de pessoa utiliza o Instagram. Independente da idade, gênero, renda.

Sendo de maneira formal ou informal, não importa. Ele existe para abraçar qualquer pessoa — que tenha acesso a internet.

Resultado disso é o cuidado que é preciso ter com a linguagem utilizada para falar com seu público.

Dependendo de suas características a abordagem é diferente. Cada público requer algum tipo de tratamento.

Uma abordagem mais informal com os jovens, por exemplo: utilizando imagens bem coloridas, estilizadas, emojis, memes.

Agora, uma empresa de advocacia precisa ter uma transparência formal, passando seriedade. Fazendo com que a estratégia seja diferente de uma marca de doces, por exemplo.

Analise as informações que o Instagram disponibilize sobre sua audiência, e adeque sua linguagem.

Celular na tela inicial do app do Twitter

Twitter

Apesar de sua queda através dos anos, os usuários do Twitter ainda permanecem fieis, e com lenha para gastar.

A plataforma continua dando lar para milhares de usuários, e tentando aos poucos melhorar o ambiente para as empresas também.

1 – Português claro

O Twitter é conhecido por seus textos de poucos caracteres (já ampliaram o número, mas continua conhecido ainda sim), e quantidade massiva de postagens a todo momento. Uma rede social de rápido fluxo.

Tendo em mente que texto é o que você vai ver aos montes, tenha foco absoluto em não deixar nenhum erro gramatical passar batido.

Acredite, as pessoas notam, e podem até tirar sarro de você por isso. Em um perfil pessoal é compreensivel, agora uma empresa não pode ter este tipo de atitude.

E devido a seu limite de palavras, a maneira que a mensagem deve ser transmitida muda um pouco.

Porque seu texto precisa ser conciso, simples e bem escrito. Fique de olho!

2 – Sem edição

Ainda não está convencido? Bom, caso você não esteja acostumado a utilizar o Twitter, é novo na plataforma, saiba que não existe opção de editar o seu tweet.

O que foi postado pode ser apagado, mas nunca editado.

Mesmo com o português correto, caso tenha postado junto de seu tweet, uma imagem de divulgação, chamando seus seguidores para visitar seu blog.

Tendo algum tipo de informação incorreta, sua postagem precisa ser completamente apagada.

E aquelas curtidas e retweets sumirão do mapa.

Agora você tem outro aspecto para tomar cuidado e cometer a menor quantidade de erros possível.

3 – Links curtos

Como o conteúdo do Twitter é algo rápido e dinâmico, não é bacana que você deixe o usuário indeciso entre clicar no seu link, ou não.

Se isso acontecer é bem provável que seu tweet vai parar lá em baixo na página, e o usuário nem tenha interesse em procurar novamente.

Muito disso acontece pela desconfiança dos links compartilhados. Já que devido ao seu tamanho, gera certo receio.

Portanto, utilize encurtadores de link, para evitar que isso aconteça.

Existem diversas opções por aí, mas um que indicamos fortemente é o bitly, por sua simplicidade e ainda você consegue acompanhar quantas pessoas clicaram no seu link.

4 – Retweetando algo relevante

Diversas pessoas procuram recomendações na internet.

Não importa qual seja o seu tipo, função ou motivo. É para isso que pesquisamos algo no Google: encontrar bons sites que atendam minhas necessidades.

O que faz do Google uma grande empresa que recomenda conteúdo.

E o “retweet” seria algo parecido com isso, já que essa função compartilha algo que foi postado em outro perfil, no seu próprio.

Tornando isso um habito, caso divulgue tweets relevantes para seus seguidores, não só você vai ser bem visto, como também pode gerar possíveis parcerias.

5 – Tentando algo diferente

Outro ponto importante de conseguir alcançar a excelência em suas postagens no Twitter é conseguir utilizar diferentes formatos de conteúdo, para atrair os usuários.

Como a velocidade de postagens é grande, algo precisa realmente grudar nos olhos dos usuários.

Use perguntas, memes, fatos e metáforas para engajar o seu público.

Conseguir o retweet, não é tão difícil tendo um bom conteúdo e que seja direto ao ponto.

Logo do LinkedIn

LinkedIn

A rede social dos profissionais não poderia ficar de fora, já que ganhou seu espaço entre as gigantes.

Está plataforma continua tendo semelhanças com as demais, o que mais a diferencia seria o fato de produzir um tipo de interação mais formal.

O que resulta em outra forma de abordagem por parte das empresas tomando bastante cuidado com o que é postado.

1 – Tendência do mercado

Seguindo o propósito desta rede social, conteúdos relacionados ao mercado de trabalho é o que se espera ver por lá.

Afinal, é isto que a torna única nesse quesito. Então, nada melhor do que dar ao seu público aquilo que ele deseja.

Mantenha-os atualizado sobre sua área de atuação, dicas de como se destacar, informações de relevância que agregue maior valor para o usuário.

Além disso tudo, demostra seu domínio sobre o assunto, quem sabe virando até referência para outras empresas.

2 – Mensurando sua estratégia

Toda rede social que se preze, capta e disponibiliza para o usuário diversas informações sobre o desempenho de sua página/perfil.

No LinkedIn também é inevitável para seu planejamento estratégico, já que como sua pegada tem outra feição, comparado com as outras redes sociais.

É muito fácil se ver perdido, sem saber muito o que produzir.

Analisando detalhadamente, é possível mensurar sua estratégia, fortalecendo seus pontos fracos, e alinhando conteúdo que o perfil do seu público possa ter interesse.

3 – LinkedIn Pulse

A sua empresa pode não ter um blog (deveria), mas com o LinkedIn Pulse, você ainda tem chance de engajar seus seguidores com artigos de texto.

Qualquer pessoa consegue criar conteúdo escrito na plataforma, e compartilhar com todo mundo.

Dessa forma, aplicar o Marketing de conteúdo é algo viável e fortemente recomendado.

E para produzir algo do tipo, não há como fazer de qualquer maneira.

Afinal, pessoas irão ler seu texto, e cada uma tem seu critério de avaliação.

Exemplo: de nada adianta criar um texto fenomenal, se ninguém ler.

Seu objetivo é escrever algo que seja limpo para os olhos, nada muito grudado.

Para isso, separe o que você deseja abordar em tópicos, deixa tudo mais agradável.

Outro ponto que merece destaque é sobre o assunto abordado.

Precisa ser interessante, e quem sabe algo menos explorado.

Basta dar uma olhadinha no que seus concorrentes estão fazendo, alguma ideia pode surgir disso.

4 – Lives

Uma novidade no LinkedIn agora são as lives! Eventos ao vivo que vêm crescendo e, principalmente, agradando o público.

Assim como o a função de Stories, a live está sendo implementada em diversas outras redes sociais.

Entretanto, não pense que realizar um evento ao vivo é igual em todos os lugares.

Como estamos falando de um lugar voltado para o lado profissional da nossa vida, este ambiente precisa ser transferido para suas lives.

Temas que enriqueçam o seu público e agreguem algo para sua carreira.

Vale ressaltar que a função ainda está em estágios de testes.

Ou seja, ainda há muita coisa para ser implementada e aperfeiçoada.

Ainda assim, é bom começar a investir nesse quesito, nem que você consiga apenas realizar pequenas palestras ao vivo.

Só se certifique de ter um conteúdo embasado!

5 – Networking em grupo

Até aqui, você compreendeu que a interação entre os usuários e você é uma etapa que precisa acontecer, para resultar benefícios de ambos os lados.

No LinkedIn é preciso ter o mesmo tipo de iniciativa, porém, tente ir mudando um pouco a atitude, utilizando comportamento mais profissional.

E nesta plataforma, existe uma boa variedade de grupos para qualquer profissional, de qualquer área.

Construa sua relação, não somente em suas postagens, mas nos grupos!

Quando tiver uma base de seguidores bem estabelecida, e que sejam agentes e não usuários fantasmas, crie o seu grupo próprio.

Este será um ambiente amigável  e de muita troca de informações, gerando mais trafego no seu perfil.

Ainda quer mais?

Se ainda achou pouco estas dicas, então trate de continuar aqui conosco!

Temos ótimos posts no site esperando por você. Além de que toda semana sai conteúdo novo e bem variado.

Espero que tenham gostado, não deixem de compartilhar com seus amigos e comente aí em baixo!

Queremos receber suas dúvidas, críticas ou sugestões.

 

2 comentários sobre “Como Criar Posts Perfeitos Nas Redes Sociais”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *