São Paulo, SP
(11) 99244-4278
tnobile.marketing@gmail.com

O que é Growth Hacking?

O que é Growth Hacking?

Imagem de capa do post sobre Growth Hacking

Muitos podem desconhecer, mas existe uma metodologia que anda conquistando muito o gosto das empresas ultimamente. Equipes de marketing estão aderindo a filosofia do Growth Hacking, que inclusive está gerando um novo tipo de cargo específico, para que possa implementar ela de forma eficiente.

Empresas como: Facebook, LinkedIn, Airbnb, Netflix, Dropbox, etc. Conseguiram bons resultados utilizando este método. Onde crescer aos poucos, levará você a um crescimento exponencial, devido a somatória de suas melhorias aplicadas previamente.

Ficou interessado em saber mais? Confia nosso post de hoje, que explicaremos seu conceito, como utilizar e vagas de emprego exclusivas para trabalhar com Growth Hacking.

 

O que isso faz na prática?

A ideia do Growth Hacking é fazer com que seja mais palpável decidir e implementar melhorias onde for necessário, para se obter um crescimento sólido/rápido, passando por vários pequenos crescimentos ao longo do caminho.

É uma forma de marketing que vai ser construída na base de hipóteses racionais, e experimentação.

Já falamos bastante por aqui da importância de sempre buscar novas soluções para seus contratempos, investir melhor em suas publicações e engajamento, ter um bom planejamento é CRUCIAL antes de executar qualquer ação, etc.

E foi exatamente isso que Sean Ellis percebeu que as empresas não estavam fazendo. Após sua consultoria, elas voltavam a estagnar ou crescer vagarosamente.

Por esse motivo que ele criou o Growth Hacking, um marketing orientado a experimentos, focado em:

  • Gerar ideias.
  • Selecionar as mais pertinentes, ou seja, aquelas que realmente são possíveis de se implementar.
  • Transformação da ideia em uma hipótese consistente.
  • Por tudo que foi pensado em prática.
  • Por fim, analisar o resultado.

 

Vamos abordar mais a fundo cada uma dessas etapas para melhor compreensão, porque nenhuma pode ser deixada de lado.

 

Growth Hacking

Etapas do Growth Hacking

Como uma receita de bolo, é importante seguir passo a passo para que tudo saia como o planejado. No Growth Hacking, não existe exatamente regras rígidas do que você deve seguir, seriam mais princípios que moldaram certas etapas que provaram ser bem efetivas.

Buscando fontes e soltando ideias

Tudo começa com uma ideia.

Nesse caso, você deve avaliar o que precisa ser melhorado na sua estratégia de marketing, fazer um levantamento dos quesitos que menos dão retorno e, a partir daí, pensar nas possibilidades de reverter esse cenário.

Muitos sites recomendam reunir ideias baseando-se em: cases de sucesso, benchmarking de outras empresas, grupos de LinkedIn que tenham relação com o seu negócio, blogs sobre marketing, observar seus concorrentes, etc.

Utilize de artifícios que possam criar um ambiente tranquilo para que seja realizado um brainstorming, por exemplo. Algumas empresas possuem uma equipe de growth hacking que se responsabiliza por cuidar de todos esses processos.

Lembre-se que você não precisa reinventar a roda, basta fazê-la rodar de maneira diferente.

Hora de determinar o que vai e o que fica

Agora você precisa separar o viável do inviável. Ter ideias engenhosas que possam parecer resolver todos os seus problemas, talvez seja lindo na teoria, só que na prática é outra história.

Essa etapa é ainda mais importante, pois não é possível viabilizar qualquer solução que possa ter aparecido, precisa primeiramente haver um consenso e definir aquelas que realmente serão necessárias, e não fora da realidade.

Para criar este filtro, são indicados três tipos de avaliação:

  1. O quanto pode custar e sua complexidade de implementação.
  2. Analisar o efeito que essa mudança trará nos resultados da empresa.
  3. Qual a probabilidade de sucesso.

Hipótese

Hipótese nada mais é do que uma suposição de algo que pode (ou não) ser verosímil, que apoiando-se a isso, pode ser extraído uma conclusão. Tudo nessa etapa é pensado no que será feito baseado naquela ideia escolhida.

Esclareça qualquer dúvida que começar a surgir, analise, trace maneiras para resolver as possíveis pedras no caminho, ver se realmente vale a pena, porque depois disso, botaremos a mão na massa!

Colocando em prática

Chegou a hora da bateria de testes. Dependendo do que for feito, tenha certeza de optar pelo caminho mais rápido, evite fazer mudanças muito complexas inicialmente, imponha certos limites.

Como você só está testando, haverão mudanças, tirar um elemento daqui e colocar outro ali, alterar imagem, cor, frase, etc. Não existe a palavra “errar” nessa etapa, e sim, “aperfeiçoar”.

Não deixe de monitorar e coletar os dados que estão recebendo dessa seção de implementação, é de suma importância, para que, depois de todo esse processo, você consiga finalmente executar o que foi planejado pra valer.

Analisando os resultados

Última etapa, hora de colher os frutos de seu árduo trabalho. Este é o momento de observar de perto como seus consumidores estão reagindo com aquela novidade implementada. Não esqueça de analisar todas as métricas para ver qual sofreu alteração. Igualmente, ver o que pode ser mudado.

Mesmo que os resultados possam parecer insatisfatórios em algum aspecto, sempre dá para tirar um aprendizado importante desta situação.

Growth Hacking não cria milagres, sua função é tirar o melhor de cada experiencia, fazendo seu negócio crescer de pouquinho a pouquinho, sem parar.

No final, apresentando um crescimento exponencial através de pequenos passos. É como diz o ditado: De grão e grão, a galinha enche o papo.

 

Ferramentas que podem lhe ajudar no processo

Existem duas ferramentas que não devem faltar na hora de organizar o Growth Hacking, fazem parte do cerne de sua metodologia, que seria na questão do teste e análise.

O já famoso teste A/B aparece novamente por aqui, é um dos elementos fundamentais que deve usar e abusar. E para você que não sabe exatamente por onde começar, existe uma ferramenta criado pela ResultadoDigitais, guiando você sobre o teste A/B.

Clique aqui para conferir.

Outra fase importante é a de análise dos dados, um dos serviços mais recomendações seria o Google Analytics. Ele é simples de se utilizar, muita gente já está acostumada com o layout dos produtos da Google, e você tem sua garantia de que é uma plataforma confiável, (sem falar que está totalmente em português).

Clique aqui para ser direcionado para o site.

 

Case de sucesso

Imagem da netflix

Netflix começou como uma loja locadora de DVD em 1997, e transformou-se em uma das maiores (se não a maior) rede de streaming do mundo. Tendo isso em mente, uma de suas estratégias utilizando o Growth Hacking foi justamente essa separação entre o físico e virtual.

Usavam o lucro de um serviço, para investir no outro. Salvo isso, adquiriam programas populares para seu serviço online, com o intuito de fazer as pessoas assistissem pela plataforma deles.

Também fizeram a diferença nas redes sociais, tentando sempre se manter presente, criando uma conexão com seus usuários. Não é à toa que ela é uma das empresas referentes nesse sentido.

Produzir séries exclusivas da Netflix foi uma estratégia arquitetada com essa metodologia, tendo seu primeiro lançamento em 2012. Atualmente temos inúmeras séries sendo produzidas pela empresa.

Crescendo aos poucos, sempre visando em melhorar seu serviço.

Fonte: Optinmonster.

Seguindo carreira

Imagem de uma vaga no infojobs

Não é difícil encontrar vagas descritas para atuar como Growth Hacker. Pesquisando no LoveMondays, podemos observar que o salário em média fica em torno de R$ 5,289/mensal.

Os conhecimentos requeridos na maioria são:

  • SEO
  • Google Analytics
  • Google Adwords
  • Testes A/B
  • Monitoras métricas
  • Funil de vendas

Descrição de uma vaga para Growth hacking

Algumas vagas requerem determinadas habilidades com programação. Similarmente, para atuar não só na parte de planejamento das estratégias, como fazer alterações na prática. Claro que não é nada tão complexo, porém, deve-se levar em consideração.

Imagem de uma vaga no LinkedIn

Indo além

Como você pode perceber, realizar um Growth Hacking demanda bastante empenho, foco e trabalho em equipe. Não é algo simplório que qualquer um possa fazer. Não existe uma solução que alavanque seus números de uma hora para outra.

O que você pode fazer é continuar pesquisando. Assim, certamente conseguirá novas possibilidades para o seu negócio, por isso recomendamos que você fique ligado em nosso blog! Toda semana postamos textos muito úteis/variados, sempre com o objetivo de trazer o que o mundo do marketing digital tem a oferecer.

Se gostou deste post, não esqueça de compartilhar com seus amigos, e deixar sua opinião aqui em baixo, adoraríamos receber suas críticas, dúvidas ou sugestões.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *